Anastrozol: para que serve, bula e efeitos colaterais

0
7668


Tire todas as dúvidas antes de iniciar o uso do Anastrozol. Veja suas indicações, contra-indicações e preço.

Utilizado como um inibidor da aromatase, isso faz com que o Anastrozol seja um medicamento eficiente no tratamento do câncer de mama para mulheres que já passaram da menopausa, como também no tratamento de ginecomastia para homens.

Uma das funções do Anastrozol é impedir que através de um processo de aromatização o corpo converta a testosterona em estrogênio, o que é benéfico para os homens que utilizam esteróides na musculação, já que seu uso pode proporcionar essa conversão hormonal.

O Anastrozol possui benefícios para a saúde?

O Anastrozol é um forte inibidor de aromatase. Por isso, ele serve para previne a formação de estrogênio em homens e combate o câncer de mama em mulheres.

Além disso, por prevenir a formação de estradiol, previne também o envelhecimento ósseo precoce. Por isso ele também pode ser utilizado em meninos de baixa estatura.

A diminuição da produção de estradiol / estrogênio se traduz em uma vantagem para os homens, já que quantidades mais elevadas são prejudiciais, podendo causar não somente a ginecomastia, mas também retenção de líquidos e aumento de gordura.

Porém, ter estradiol em baixas quantidades também pode ser prejudicial, podendo causar uma diminuição da libido e gerar problemas nas articulações.

A função do Anastrozol nos homens é basicamente impedir a formação em excesso de estrogênio e manter o hormônio em equilíbrio.

Alguns estudos sobre o Anastrozol

Estudos clínicos já provaram que o Anastrozol é um eficaz tratamento tanto para o câncer de mama em estágio inicial quanto para o mais avançado.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Outro estudo utilizou 9366 mulheres que já haviam passado da menopausa e estavam com câncer de mama. Os resultados foram surpreendentes e ficou evidente que o Anastrozol é mais eficaz do que o Tamoxifeno no combate ao câncer de mama.

Paralelamente, o Anastrozol também se mostrou mais eficaz do que o Tamoxifeno por diminuir a reincidência do câncer de mama em mulheres em um período pós-menopausa.

Alguns testes foram realizados juntando o Tamoxifeno e o Anastrozol e dosando os dois medicamentos juntos, mas isso não fez com que o Tamoxifeno se tornasse mais eficiente do que o Anastrozol.

Sobre os estudos realizados a respeito da toxicidade do Anastrozol, foram realizados testes em roedores e cães. Nos roedores, dosagens acima de 100mg/kg diárias foram suficientes para causar a morte dos roedores. Em cães, quantidades acima de 45mg/kg diárias foram letais.

Os testes não estabeleceram níveis de dosagem sem efeitos tóxicos, tanto para cães quanto para os ratos. Porém, foram observados efeitos com baixas dosagens, sendo que para os cães a dosagem foi de 3mg/kg por dia e para os ratos de 5mg/kg por dia. Os efeitos observados são relacionados às substâncias que compõe o Anastrozol.

Os mesmos estudos indicaram que não há perigos para o material genético. As doses de Anastrozol não são mutagênicas e nem clastogênicas (quando ocorre a quebra das cadeias de DNA).

Outro estudo realizado em roedores sobre a oncogenicidade mostrou que doses mais elevadas do Anastrozol foram responsáveis por aumentar a incidência de pólipos uterinos em fêmeas e adenomas na tireóide de machos. A dose em questão ultrapassava os 25mg/kg por dia.

Essa dose utilizada em ratos representava algo em torno de 100 vezes a dose utilizada para fins terapêuticos em humanos, não representando perigo para os mesmos.

As alterações ditas acima, além de indução de formação de tumores no ovário decorrem da inibição da aromatase em camundongos.

Posologia

O comprimido de Anastrozol possui 1mg e as embalagens podem conter 28 ou 280 comprimidos. O uso é via oral e o comprimido não deve ser mastigado e sim engolido direto, ingerindo-o com água.

O recomendado é que a pessoa siga os horários de maneira regrada todos os dias. A dose diária deve ser recomendada por um médico e vai variar de acordo com as necessidades de cada um.

Caso você se esqueça de tomar uma dose, nunca tome em dobro, pois isso poderá afetar o ciclo e causar efeitos colaterais. Apenas continue tomando normalmente no dia seguinte no mesmo horário.

Em caso de superdosagem, procure imediatamente um médico, pois isso poderá causar intoxicações e efeitos colaterais.

Contra-indicações e efeitos colaterais

O Anastrozol pode ocasionar o surgimento de efeitos colaterais, tais como:

  • Enfraquecimento dos cabelos e consequente queda;
  • Secura de mucosas, como boca e vagina;
  • Anorexia;
  • Perda de apetite;
  • Enjôo;
  • Diarréia;
  • Fraqueza;
  • Fadiga muscular;
  • Sonolência.

Caso você sinta qualquer um dos sintomas citados acima, suspenda o uso do Anastrozol e informe o seu médico para saber qual a melhor solução a ser tomada.

Em alguns casos, a pessoa precisará parar de tomar o Anastrozol e mudar de medicamento. É importante que enquanto você estiver tomando o Anastrozol não faça uso de nenhum outro tipo de medicação sem antes informar o seu médico.

O Anastrozol pode interagir com outros medicamentos e cortar o efeito de ambos. Por isso tenha certeza antes de usar outro remédio, independente de usar ele antes, durante ou mesmo depois do uso do Anastrozol.

O Anastrozol não é indicado para pessoas que possuam sensibilidade a qualquer uma das substâncias de sua composição. Crianças e idosos também não devem fazer uso do medicamento. Mulheres que estão na pré-menopausa também devem evitar o uso, já que ele é recomendado para quem está na pós-menopausa.

Também não é recomendado o uso para quem vai dirigir ou operar máquinas, já que um dos efeitos colaterais é a sonolência.

Preço do Anastrozol de 1mg manipulado

O Anastrozol pode ser encontrado em farmácias de manipulação na posologia de 1mg em embalagens com 60 cápsulas. O preço da embalagem fica em torno de R$100,00. Clicando no banner abaixo você pode ter mais informações do produto.

Superdosagem em humanos

Não foram realizados testes em humanos para a superdosagem do Anastrozol, sendo que não há relatos de pessoas que ingeriram mais de 60mg/kg por dia. Os efeitos tóxicos que surgiram no organismo não foram relevantes o suficiente para chegar a qualquer conclusão.

Foram realizados alguns testes com homens e mulheres, sendo que homens ingeriram 60mg/kg/dia enquanto mulheres ingeriram 10mg/kg/dia, já portadoras de câncer de mama em estado avançado (pós-menopausa).

Essas doses ministradas não representaram nenhum risco de vida para os pacientes. No caso de superdosagem, não existe algum remédio como antídoto. Pode ser feita uma diálise ou provocar o vômito do paciente. Nunca deixe de procurar um médico em caso de superdosagem.

Leia também: => Qual o melhor produto para TPC (Terapia Pós Ciclo)? – Melhores marcas do mercado

Como o Anastrozol não tem uma forte ligação com proteínas, a diálise pode ser uma boa solução. No entanto, em casos mais graves, o paciente deverá permanecer em observação, e seus sinais vitais devem ser monitorados por um médico nas horas seguintes aos colaterais.

Apesar de seu uso não ser recomendado para idosos, não há problemas em usar o medicamento se a dosagem for seguida corretamente. O Anastrozol só é vendido sob prescrição médica. Evite usar o medicamento caso você não tenha uma prescrição.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here