Corrupção aleija, mas mudança do clima mata – 15/01/2018 – Marcelo Leite – Colunistas

0
4221


Neve no Saara e rios de lama nos mesmos lugares onde houve os incndios florestais da Califrnia fornecem imagens fortes do aquecimento global. A notcia de maior impacto da semana sobre mudana do clima partiu de Nova York, porm –e no o frio que est fazendo por l.

O corao do capitalismo financeiro mundial comea a divorciar-se do petrleo. Por iniciativa do prefeito Bill de Blasio (Partido Democrata), a cidade ataca o pai dos combustveis fsseis (e primo do carvo mineral) em duas frentes: econmica e judicial.

O primeiro golpe est em preparo pelos fundos de penso dos funcionrios municipais. Seus dirigentes receberam a instruo de encontrar uma maneira de desinvestir seu patrimnio em papis de empresas petrolferas sem prejudicar os rendimentos.

So US$ 5 bilhes em jogo, de um total de US$ 189 bilhes. Os fundos j tinham engatado marcha r com ttulos da indstria de carvo, mas eram s US$ 60 milhes investidos, segundo o jornal “The New York Times”.

A outra pancada tem um componente mais simblico do que prtico: a prefeitura abriu processo na Justia contra cinco Grandes Irms: BP, Chevron, Conoco Phillips, Exxon Mobil e Royal Dutch Shell. Pede ressarcimento por tudo que j gastou e vai gastar com remediao e adaptao para eventos climticos extremos, como as enchentes do furaco Sandy (2012).

No a primeira cidade a enveredar pela judicializao climtica. So Francisco e Oakland, por exemplo, j fizeram isso –mas todo mundo sabe que a Califrnia fica em outro planeta, que entre outras esquisitices j foi governado por Arnold Schwarzenegger, uma contradio ambulante (republicano e verde).

Imagine se a moda pega. Neste ano, o furaco Harvey deixou outra metrpole americana debaixo d’gua, Houston, no Texas, impondo prejuzos de US$ 125 bilhes. E Maria arrasou Porto Rico (US$ 90 bilhes).

E olhe que esse foi apenas um dos 16 desastres com danos bilionrios nos EUA, responsveis em conjunto por perdas de US$ 306 bilhes -a includos os incndios florestais californianos. Se computados todos os flagelos climticos, bilionrios ou no (219 eventos), o custo monta a US$ 1,5 trilho.

Claro que nem todos esses desastres podem ser atribudos mudana do clima. E mesmo nos casos em que isso parece bvio, como a temporada indita de furaces mortferos, fornecer uma prova cientfica admissvel na Justia no ser trivial.

Considere, contudo, que de incio ningum acreditava nos processos contra a indstria do tabaco. As empresas do setor gastaram fortunas semeando dvidas cientficas sobre o elo causal entre fumar e ter cncer, receita copiada durante anos pelas firmas de petrleo e seus paus-mandados negacionistas (com sucesso desproporcional na imprensa, sempre pronta a cair na armadilha do “outro lado”).

Deu no que deu.

Fora dos Estados Unidos, onde a Justia coleciona dezenas de casos como o de Nova York, existem pelo menos 250 aes judiciais relacionadas com mudana do clima. A informao surge do banco de dados compilado pela advogada brasileira Joana Setzer no Instituto Grantham da London School of Economics.

Enquanto isso, no Brasil, discute-se o acordo de US$ 3 bilhes que a Petrobras fechou nos EUA para ressarcir investidores prejudicados pelas malfeitorias investigadas na Lava Jato.

Corrupo aleija, verdade. J a mudana do clima mata.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here