Bem Estar tira dúvidas sobre febre amarela | Bem Estar

0
5962


Começou no dia 25 de janeiro uma mega vacinação com dose fracionada em São Paulo e no Rio de Janeiro. A ideia é imunizar cerca de 20 milhões de moradores de 69 cidades em áreas que não têm o vírus da febre amarela circulando. São regiões onde muita gente não foi vacinada.

A Bahia fará uma vacinação igual em março. Na capital paulista são 20 distritos das zonas sul e leste. Aos poucos, outros distritos serão convocados, como os da região central e bairros nobres. O Ministério da Saúde quer criar uma espécie de cinturão (um bloqueio) para impedir a chegada do vírus.

Para tirar as dúvidas, o Bem Estar convidou a coordenadora do Programa de Imunizações do Ministério da Saúde Carla Domingues e o infectologista Renato Kfouri.

Distritos de SP com recomendação de vacinação fracionada: Jabaquara, Cidade Ademar, Sacomã, Cursino, Cidade Líder, Cidade Tiradentes, Guaianases, Iguatemi, José Bonifácio, Parque do Carmo, São Mateus, São Rafael, Capão Redondo, Cidade Dutra, Grajaú, Jardim São Luís, Pedreira, Socorro, Campo Limpo e Vila Andrade.

Bloqueio com dose fracionada para moradores no estado do Rio: Belford Roxo, Duque de Caxias, Itaboraí, Itaguaí, Japeri, Magé, Mesquita, Nilópolis, Niterói, Nova Iguaçu, Queimados, Rio de Janeiro, São Gonçalo, São João do Meriti e Seropédica.

Dose fracionada: foi adotada para se poder atender o maior número de pessoas com as doses disponíveis, pois essa vacina tem poucos fabricantes no mundo porque é uma produção complexa, um deles o governo brasileiro. A OMS afirma que estudos mostraram que ela protege tanto quanto a dose inteira, com a mesma qualidade. A única diferença é que a duração é menor.

Quem deve perguntar ao serviço de saúde antes de tomar a vacina?

Não pode tomar a vacina de jeito nenhum



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here