Pessoa ansiosa pode ter risco de mordida de cães – 10/02/2018 – Julio Abramczyk

0
5783


Às vezes cães sadios rosnam, ameaçam e mordem pessoas sem uma razão aparente. Na maioria das vezes, essa desagradável atitude do nosso simpático animal de estimação surpreende o proprietário. Por isso, estudos sobre mordeduras de cães alertam para a necessidade de programas preventivos, pela possibilidade de transmissão da raiva em cães não vacinados.

Neste mês de fevereiro, especialistas publicam na revista “Epidemiology & Community Health” pesquisa inédita sobre esse comportamento canino relacionado a algumas pessoas.

A professora Carri Westgarth e colaboradores concluíram que estados de ansiedade e irritabilidade de uma pessoa próximo a um cão aumentam o risco de ele ser mordido.

Participaram da pesquisa 694 moradores de 385 residências que responderam a testes de personalidade e história de mordidas, sendo proprietários, ou não, de cães.

Com maior frequência foram mordidos por cães desconhecidos (54,7%). Homens tiveram 1,81 vez mais chance de ser mordido que mulheres.

Hospitais

Desde quarta-feira (7), animais de estimação como cães e gatos, com coleiras e guias, podem visitar seus proprietários internados em hospitais da Prefeitura de São Paulo. A medida visa facilitar a recuperação física do paciente e possivelmente melhorar seu estado emocional.

Outros hospitais já permitiam a entrada de pets, desde que autorizados pelo médico e comissão de infectologia hospitalar, como o hospital Albert Einstein e o Hospital Infantil Menino Jesus.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here