Boca seca em idosos e os seus remédios – 17/02/2018 – Julio Abramczyk

0
5686


A sensação de boca seca dos idosos está associada ao uso concomitante de muitos remédios, segundo artigo publicado em recente edição do “Journal of the American Geriatrics Society”.

O professor Edwin C. Tan e colaboradores do Centro de Pesquisas em Envelhecimento do Instituto Karolinska, Suécia, destacam que o maior risco para xerostomia (boca seca) no idoso é maior para drogas usadas no controle da incontinência urinária (perda de controle da micção).

Outros remédios, como antidepressivos, ansiolíticos, hipnóticos e antipsicóticos, também estão relacionados ao mesmo problema.

Os autores assinalam que os geriatras e clínicos gerais devem avaliar a relação risco-benefício da boca seca, pelo potencial risco de complicações na saúde dental do idoso e na possibilidade de suspensão do necessário tratamento medicamentoso .

Como a hipofunção da glândula salivar aumenta com grande número de diferentes remédios usados pelos idosos, podem surgir cáries dentárias, perda do paladar, candidíase e inflamação da mucosa oral.

Camila Porto de Deco e colaboradores da Faculdade de Odontologia da UNESP, em São José dos Campos (SP), abordam no “Brazilian Journal of Oral Science” o mesmo tema. Referem que a xerostomia também pode afetar comer, beber, engolir e levar à retenção de próteses removíveis, reduzindo a qualidade de vida.

Referem que para tratar a boca seca com terapia tópica não há terapêutica eficaz. Entretanto, enxaguamentos e gomas de mascar podem aliviar os sintomas.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here