O possível e necessário controle da febre amarela – 30/12/2017 – Julio Abramczyk – Colunistas

0
7198

[ad_1]

A recente interdio de mais dez parques municipais para uso e passeio da populao da zona oeste (alm dos 13 anteriormente fechados), aliada cobertura vacinal oferecida populao, indica que dificilmente surgir a urbanizao da febre amarela silvestre no municpio de So Paulo.

Em busca de uma imunizao contra a doena, moradores ao redor desses parques vm procurando os postos de vacinao contra a febre amarela, no sendo observada at o momento falta do imunizante.

Essa preocupao com o surto de febre amarela silvestre, alertada com o encontro de macacos mortos pela virose diagnosticada no Instituto Adolfo Lutz, poderia ter sido evitada j h muitos anos.

Em maro de 2017, durante surto observado em Minas Gerais, o mdico Pedro Fernando da Costa Vasconcelos, diretor do Instituto Evandro Chagas, em Belm, reconhecidamente centro internacional de estudos e pesquisas em arboviroses, declarou imprensa que a vacinao infantil contra a febre amarela em todo o Brasil no poderia mais ser postergada.

Todas as crianas devem ser vacinadas em todo o territrio nacional, e no apenas nas reas recomendadas, insiste.

Como a vacina protege pelo perodo de dez anos, impediria a disseminao da doena. Quando adultos, e se necessrio, poderiam receber nova aplicao da vacina.

Dessa forma, seria iniciada a proteo permanente contra eventuais surtos da febre amarela silvestre em reas urbanas.

[ad_2]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here