O que é, Para que serve, Ciclo e Colaterais (IMPORTANTE)

0
2743

[ad_1]

Dessa vez o esteroide abordado é o Durateston (Propionato de testosterona), usado em ciclos com outras drogas, é um anabolizante super androgênico que pode causar efeitos colaterais a curto e longo prazo. Veja os relatos ao final do artigo!

A utilização de anabolizantes esteroides vem sendo cada vez maior e com isso, diversos produtos ganham destaque. Entre eles, o Durateston é provavelmente um dos mais conhecidos e mais usados por praticantes de musculação, que buscam potencializar os resultados.

O que é Durateston

O Durateston é um composto que utiliza diferentes compostos de testosterona e é muito usado em reposições hormonais.

Tanto é que o Durateston pode ser adquirido em uma série de estabelecimentos comerciais, mediante receita médica. Sua composição foi pensada em compostos de testosterona, que serão rapidamente sintetizados no organismo. Esta talvez seja, a vantagem mais buscada no Durateston, a sua rapidez nos resultados.

Mas é lógico, que precisamos ter muita clareza não apenas dos benefícios da Durateston, mas também de seus efeitos colaterais e possíveis danos à saúde. Veja agora a composição da Durateston e como ela age no corpo!

Como é a composição da Durateston e como ela age no corpo:

durateston tudo sobre o anabolizante dura

Em cada ampola de Durateston,  temos 30 mg de Propionato de testosterona; Fenilpropionato de testosterona em 60 mg; Isocaproato de testosterona em 60 mg; e Decanoato de testosterona em 100 mg.

Perceba que o princípio ativo do Durateston é um só, a testosterona. Cada componente deste, tem uma ação diferente dentro do organismo.

O propianato e o fenilpropianato tem uma ação muito mais rápida, quase que imediata, porém, esta acontece por período de tempo reduzido.

Os outros dois compostos, o isocaproato e o decanoato tem uma ação mais lenta, mas com uma duração mais longa.

Principais funções do Durateston

O medicamento Durateston tem a mesma função que outros medicamentos da mesma procedência. Ela possibilita o crescimento muscular, além da diminuição da gordura corporal do indivíduo.

Sua ação é muito mais profunda. Por ser lipossolúvel, a testosterona entra no organismo e no citoplasma celular, ligando-se a um receptor. A partir daí,ela entra no núcleo da célula e se liga ao DNA.

Depois dessa conexão feita entra a testosterona e o DNA, os músculos recebem a informação para aumentar a quantidade de actina e miosina (proteínas contráteis responsáveis pelo aumento do tecido), fazendo, assim, um acréscimo considerável dos músculos.

Ou seja, a testosterona mesmo sozinha, como indicam algumas pesquisas, pode promover aumento de massa muscular. O exercício e a dieta são um potencializador desta situação.

Além do aumento muscular, o Durateston protege o tecido muscular dos processos catabólicos, reduzindo a incidência de hormônios como o cortisol.

Outro efeito do uso do medicamento é o aumento da produção de células vermelhas, principalmente nos rins e no sangue. Isso produziria um sangue mais oxigenado, além de melhorar o sistema imunológico do organismo.

A contração muscular também é intensificada, ainda mais devido ao aumento de unidades motoras e contráteis, que são a actina e miosina. Além disso, o controle dos músculos e a resposta mais eficiente são vistas depois da aplicação de tal medicamento.

Tais benefícios são vistos quando pessoas que estão com a produção natural do hormônio comprometida, o que causa diminuição de várias funções do organismo, e, principalmente, a atrofia muscular, utilizam tal medicamento. Quanto mais saudável e bem treinada a pessoa é, menos intensos são os resultados.

Mas como nem tudo são flores, temos uma série de contraindicações na utilização do Durateston, que envolvem todo o funcionamento metabólico do organismo.

Efeitos colaterais do Durateston:

Melhora consistente da hipertrofia, redução do percentual de gordura e melhora da disposição para treinar. Aparentemente, o Durateston é fantástico, não é? Porém, nada é tão perfeito assim.

Existem uma série de contraindicações em seu uso, que inicialmente, era apenas para pessoas com baixa produção de testosterona.

Existem milhares estudos que mostram que o uso indiscriminado de esteroides a base de testosterona são altamente maléficos para a saúde cardíaca.

  • Em um estudo de Basaria (2010) foram avaliados homens de 65 anos de idade ou mais, que tinham problemas de baixa produção de testosterona, com níveis séricos abaixo de 100-350 ng por decilitro. Estes, foram distribuídos aleatoriamente, para que não soubessem quem recebia a testosterona ou o placebo. O tratamento durou 6 meses, com aplicações diárias.

Perceba que aqui, temos uma população considerável. Neste sentido, houve elevados resultados de hipertensão arterial, diabetes e obesidade entre os participantes.

  • Durante o estudo, o grupo que recebeu aportes de testosterona, teve taxas muito mais elevadas de doenças cardíacas, respiratórias e eventos dermatológicos, quando comparados ao grupo  do placebo.

Por ter quatro compostos diferentes de testosterona, o Duratston possui todos os efeitos colaterais pertencentes ao uso de testosterona.

A testosterona se converte em hormônio estrógeno (hormônio feminino), e esta, quando em doses altas, causa ginecomastia (já falamos sobre isso em outro post, leia aqui: Ginecomastia: o que é, causas, sintomas e tratamentos), abaixo outros efeitos colaterais do Durateston:

  • aumento de gordura corporal;
  • atrofia testicular;
  • diminuição e/ou aumento da libido;
  • hipertensão;
  • retenção de líquido;
  • entre outras coisas.

Além desses efeitos mais comuns, problemas urinários, causados pela modificação do hormônio testosterona pelo efeito de uma enzima já contida no organismo, podem ser vistos, além de:

  • queda de cabelo;
  • problemas de colesterol;
  • problemas cardíacos;
  • distúrbios nos rins e no fígado também podem ser vistos.

Efeitos colaterais nas mulheres

Nas mulheres  os efeitos colaterais mais comuns são:

  • Crescimento de pelos;
  • queda de cabelo;
  • engrossamento da voz;
  • ciclo menstrual desregulado;
  • infertilidade;
  • Hipertensão e doenças cardíacas foram relatadas também em mulheres.

Falsificação do Durateston

Entre vários anabolizantes, que são aceitos somente para uso medicinal, já que para uso estético é proibido pela Anvisa, o Durateston é um dos mais falsificados.

O uso do medicamento falso é mais comumente utilizado por praticantes de musculação, que buscam um produto mais acessível e que proporcione bons e rápidos resultados nos treinos musculares.

Sendo a falsificação do Dura um produto mais barato do que o seu medicamento real, muitas pessoas acabam usando tal, porém tendo grandes problemas, além dos descritos anteriormente.

Dura - Durateston - Propionato de testosterona
Embalagem com bula da Durateston

Durateston Ciclos:

Assim como outras drogas citadas aqui como Deca Durabolin, Winstrol (Stanozolon) e Oxandrolona (Anavar), o Durateston também costuma ser usada em ciclos justamente intercalado ao longo das semanas com os esteroides citados anteriormente, divididas em doses de 250mg,  500mg e até 1g da droga em uma única semana, loucura né?! Isso sem contar a dosagem das outras drogas, o que pode potencializar ainda mais os efeitos colaterais.

Leia também:

Winstrol (Stanozolol): Todas as informações inclusive seus efeitos colaterais

Tudo sobre a Deca Durabolin (decanoato de nandrolona)

O uso de qualquer tipo de medicamento que cause modificação no organismo no intuito de melhorar a estética é proibido. Os efeitos colaterais, sejam estes de curta, média ou longa duração, são muito maiores que os benefícios que tais produtos causam.

De maneira geral, o custo-benefício de usar este tipo de produto acaba não sendo vantajoso. Mesmo em doses pequenas, a ciência ainda não encontrou quantidades seguras.

Vale ressaltar que mesmo quem faça o uso de Durateston, precisa de uma dieta equilibrada e principalmente, de treino, para que tenha resultados. E isso, você pode conseguir naturalmente. A escolha fica por sua conta e risco!

Vídeo complemento para maiores dúvidas

No vídeo abaixo a especialista Larissa Scharf tirá outras dúvidas que não foram abordadas no artigo, mas que são de vital importância:

Para se obter resultados reais e permanentes sem comprometer sua saúde, uma dieta bem elaborada, saber suplementar adequadamente, hidratação continua e ter um treino bem montado respeitando os períodos de descanso, serão sempre os principais pontos a serem cultivados pelos praticantes de musculação.

Relatos sobre os resultados e o antes e depois

Já fez o uso ou está usando o esteroide Durateston e quer compartilhar sua experiência com os leitores? Deixe seu relato sobre os resultados, o antes e depois e se teve algum efeito colateral com o uso. Utilize nosso espaço para comentários logo abaixo.

Não esqueça de levar informações atualizadas para seus amigos e prevenir que eles cometam erros graves por falta de conhecimento sobre os esteroides anabolizantes. Compartilhe esse artigo em suas redes sociais. Abraços e Bons Treinos!

[ad_2]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here